As compras coletivas são o grande “bum” do momento. Estão presentes em todos os estados e quase todas as cidades, abrangem uma gama enorme de produtos e serviços de vários segmentos.


Para o consumidor é uma excelente alternativa, afinal, poderá desfrutar de descontos que podem chegar a 90% de desconto em alguns casos e passar a ter a oportunidade em conhecer lugares onde não teve condições em ir anteriormente ou até mesmo ficará mais encorajado em adquirir um produto ou freqüentar um determinado estabelecimento com menos desconforto relacionado ao risco financeiro.


No entanto, existe uma grande miopia de marketing das empresas que divulgam seus produtos e serviços nos sites de compras coletivas e até mesmo nos próprios sites em acreditarem que estes irão garantir a fidelização dos clientes. Os sites de compras coletivas agem realizando promoções de preços para os estabelecimentos envolvidos. Descontos não garantem fidelização e sim contribuem para a divulgação de uma marca, produto ou serviço, escoamento de produtos encalhados etc.


Clientes que acessam os sites de compras coletivas estão buscando exclusivamente bons preços e após utilizarem os produtos e serviços oferecidos, se não existirem ações de fidelização e relacionamento com os clientes, os mesmos provavelmente não voltarão ao local, salvo os preços venham a ser praticados conforme sua primeira experiência, pois a referência de valor fixada no inconsciente do consumidor, é o valor que pagou durante a promoção. E empresas que vivem apenas de promoções de 50% a 90% de desconto não sobreviverão por muito tempo.


Obviamente é melhor pingar do que secar, ou seja, é melhor você utilizar a capacidade ociosa com pouca rentabilidade a nenhuma. Mas há empresas que estão vendo em compras coletivas sua alternativa exclusiva de sucesso a qual parecerá excelente em curto prazo mas em médio e longo prazo irá perceber que tanto esforço poderá custar muito caro.


O que fazer então? Ao utilizar esta preciosa e potente ferramenta de marketing que são os sites de compras coletivas, atente-se em responder as seguintes perguntas:


1. Quem são os clientes que se interessaram em meus produtos/serviços? São meu público alvo?
2. O que fazer para agregar valor ao local e fazer com que retornem sem desejarem exclusivamente grandes descontos?
3. Conseguirei cadastrar meus clientes, identificar perfil, interesses e preferências e desenvolver assim uma estratégia de fidelização?
4. O que devo fazer para, se for o caso, o produto/serviço em questão será sempre um atrativo onde a rentabilidade será pequena mas induzirá ao retorno dos consumidores para adquirirem outros produtos/serviços mais rentáveis?
5. Estou preparado (estrutura física, pessoas, produtos, estacionamento, climatização etc) para atender a esta grande demanda, de forma a oferecer produtos e serviços com grande qualidade, superando as expectativas e tornando uma opção adicional no cotidiano deste consumidor?


Se conseguir responder com tranqüilidade ao menos estas perguntas acima, com certeza terá grande sucesso em sua estratégia de utilização dos sites de compras coletivas para divulgar seus produtos e serviços, mas, se não pensou em nada disso, adie a utilização destes sites e procure estar melhor preparado pois caso contrário, sua estratégia não será produtiva.


Como princípio básico de marketing, desconto de preços não é uma alternativa única e sim uma das ferramentas de promoção de vendas, e descontos tradicionalmente não geram fidelização. É necessário desenvolver estratégias para agregar valor e maximizar o interesse dos consumidores em retornar ao estabelecimento. Você poderá agregar valor com bom atendimento, agilidade, informação adequada, produtos de qualidade e conhecendo os perfis, desejos e necessidades de seus clientes para assim oferecer o que atenderá poderá superar suas expectativas!


Reprodução Autorizada desde que mencionado o autor e o site e comunicada sua utilização através do e-mail trueconsultoria@trueconsultoria.com.br


 

Compras Coletivas Não Fidelizam
por Wagner Campos